O Fim de Tarde mais lindo da Ilha está de volta, numa edição especial, aproveitando as lindas cores do outono, com a melhor vista e musicalidade da Lagoa.

A terceira edição do Fim de Tarde Blues vai rolar na Praia Mole, em parceria com a Cervejaria Elementum, musicada por ninguém menos que a lenda do Blues: Dudu do Banjo, acompanhado pela banda Família Papadú.

O evento conta também com Live paintings e exposições artísticas, degustação de diferentes sabores de cervejas artesanais Elementum, acompanhando deliciosos pratos, com vista panorâmica do pôr do Sol na Lagoa.

Dudu do Banjo & Família Papadu

A carreira artística de Dudu iniciou em São Paulo na década de 50 com a “Paulistânia Jazz Band”, na qual tocava banjo. Após participar de outras bandas e alcançar renome como banjoísta de jazz tradicional, Dudu aderiu à novidade que era o rock’n’roll, fundando em 1958 a banda The Avalons, que lançou discos e singles de sucesso, entre eles China Rock, consagrado como o primeiro riff de guitarra rock instrumental do Brasil.
Em 1960 Dudu lançou as jam sessions da Folha de São Paulo. Em 1962 Dudu seguiu a carreira de músico na Europa, começando em Paris, com a banda Batucada Brasileira, fazendo diversas temporadas na casa de shows La Grand Severine. Realizou diversas turnês pela Europa com a cantora Miúcha e foi contratado por três anos para apresentações em Míconos e Atenas, na Grécia.
Ao voltar ao Brasil, Dudu passou a integrar a Traditional Jazz Band, com a qual excursionou por diversas cidades nos EUA, participando, em 1975, do New Orleans Jazz & Haritage. No final dos anos 90, fundou a banda Papadu, com os filhos Emanuel e Ícaro.
Atualmente Dudu reside e atua em Florianópolis com a Família Papadu.

DJ Marcelo Pimenta

Idealizador e produtor da festa Nação Balanço que teve em 2006 a 2010 seu ápice que inclusive rendeu uma nota na revista 4 rodas como uma das melhores opções de diversão na Ilha, o Dj Marcelo Pimenta desde então participou de inúmeros shows e eventos. Dentre abertura de shows: Dudu Nobre, Simoninha, Cordel do Fogo Encantado, Los Hermanos, Nação Zumbi, Mundo Livre S/A, Funk Como Le Gusta, B. Negão, Sepultura, Banda do Mar, Criolo, Jorge Ben Jor, Bixiga 70, Di Melo, dentre outros. Participou do projeto ‘Discotecando no MIS’, discotecando o acervo de vinis do museu.
Na Ilha há 15 anos, Marcelo Pimenta hoje se dedica a seu projeto intitulado ‘Sons do Mundo’, que tem a pretensão de executar músicas dos vários cantos do mundo de acordo com o que a energia presente demanda.

 

Escreva e participe

Fique tranquilo, seus dados nunca serão divulgados