Nesta terça-feira, dia 10, das 17h30 às 19h30, acontece a segunda edição do projeto Samba de Terreiro na Escadaria do Rosário – no Centro de Floripa. A edição de estreia, que aconteceu na última semana, levou nada menos do que mil pessoas ao evento.

Uma iniciativa idealizada por produtores culturais, historiadores e artistas, quer preservar e divulgar a memória de uma das manifestações culturais musicais mais tocadas, cantadas e dançadas do país. O que começou nos terreiros, acabou nas quadras das escolas de samba do Rio de Janeiro e Florianópolis a partir dos anos de 1930. O Samba de Terreiro é a raiz do ritmo em Florianópolis.

A escadaria do Rosário abriga a Igreja da Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos. Segundo historiadores envolvidos com o projeto, a construção deste templo aconteceu para atender às necessidades da população negra escravizada, não escravizada e brancos pobres, que eram impedidos de frequentarem a Igreja Matriz (hoje Catedral Metropolitana).

Por isso o espaço foi escolhido para sediar as primeiras edições do evento, como uma forma de fazer a defesa do samba, que também é um elemento de resistência, ao encontro das ancestralidades. Apesar da simbologia, a ideia é que o evento seja itinerante, podendo acontecer em outros bairros e até mesmo cidades ao longo de 2017.

ter10jan17:30- 19:30Projeto Samba de TerreiroEscadaria do RosárioValor: Grátis

Escreva e participe

Fique tranquilo, seus dados nunca serão divulgados