A Lagoinha do Leste é um dos lugares mais bonitos da Ilha – e do Brasil -, e o verão é a época perfeita para fazer um passeio até lá. A praia tem aproximadamente 1.200 metros de extensão e boas ondas para quem quer surfar. Além da natureza exuberante na praia, um dos atrativos é a foz da lagoinha, no canto esquerdo. Para quem ainda não conhece esse lugar mágico, aqui vão algumas dicas essenciais:

Foto: Papa Pic/Creative Commons/Flickr

Foto: Papa Pic/Creative Commons/Flickr

– Entrada pelo Pântano do Sul: a trilha fica em uma pequena servidão sem nome, a 350 metros da entrada da praia do Pântando do Sul. A extensão é de 2.400 metros, com cerca de 1h15 de duração e grau de dificuldade médio.

– Entrada pelo Matadeiro: a trilha fica no final da praia do Matadeiro, e a extensão é de 4.300 metros, com cerca de 3h de duração. Esse caminho é mais difícil, mas o visual do costão é inigualável.

– As duas trilhas são escorregadias e têm muitas pedras no caminho, portanto o ideal é usar uma bota ou tênis de caminhada. Além disso, é bom levar bastante água, protetor solar e um lanche.

– Se optar pela trilha do Pântano do Sul, vale a pena dar uma passadinha no Morro da Coroa – uma subida de aproximadamente 230 metros, de difícil acesso-, onde fica uma das vistas mais incríveis de Florianópolis.

Foto: Diego F. Gonçalves/Creative Commons/Flickr

– Você pode ir e/ou voltar de barco, saindo do Pântano do Sul ou da praia da Armação. O custo varia de acordo com a demanda, mas em geral é cerca de R$ 30.

– É possível acampar na praia, mas o ideal é que faça isso em grupo.

– Com swells de sul ou leste e vento do quadrante norte, pode levar a prancha porque vai rolar altas ondas! Mas aí, a dica é pegar a trilha mais curta, no Pântano do Sul.

– Não deixe lixo no local. Preserve a natureza!

Foto: Klaus Balzano/Creative Commons/Flickr

Escreva e participe

Fique tranquilo, seus dados nunca serão divulgados